• Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Marketing pessoal para ter sucesso nas vendas!

Marketing pessoal para ter sucesso nas vendas!

Você sabe o que é marketing pessoal?

Este quesito tem sido cada vez mais debatido, e é muito importante no mundo corporativo. Ele se resume em uma estratégia composta por ações cujo objetivo é qualificar a imagem do profissional e seus serviços no mercado de trabalho da atualidade. Não se trata apenas da aparência da pessoa, já que envolve sua postura, comportamentos e negócios.

Ele é praticado cada vez que você utiliza suas habilidades e qualificações para se diferenciar e alavancar sua carreira. É uma forma de você fixar sua marca no tão concorrido mercado. Em linhas gerais, marketing pessoal é se fazer notar e ser um profissional diferenciado perante os demais.

Hoje em dia, ser um excelente profissional no meio corporativo não basta. Com base em um velho ditado que diz: “Quem não é visto não é lembrado”, o marketing pessoal leva você a ser visto e respeitado pela sua competência e a forma como você se apresenta. Neste universo corporativo, estão gestores da sua empresa, a concorrência e o público em geral – que são os seus potenciais clientes. Até nesse marketing é preciso ter planejamento.

Vale destacar que isso não é culto ao ego ou vaidade pessoal. Neste instante, isso não nos interessa, pois queremos conquistar o mercado e não uma namorada ou algo do tipo. O que se busca é uma maneira de destacar positivamente as suas habilidades, atribuindo valor às pessoas e fazendo com que elas tenham uma excelente impressão sobre você e sobre aquilo que você oferece.

Alguns sabem fazer o seu marketing pessoal de maneira muito natural. No entanto, mesmo nestes casos, é preciso esculpir este talento e filtrar tais características para que elas atendam às necessidades do mercado.

Do que adianta trabalhar o seu marketing pessoal se, antes, não estiver estabelecido um objetivo bem claro sobre o que você deseja alcançar? Comece traçando uma meta daquilo que você quer. Em seguida, coloque em prática ações primordiais para que ela seja atingida. Avalie também se você deseja continuar naquela área, se busca promoção ou então quer mudar de empresa. Tendo seu objetivo bem definido, ficará mais fácil chegar ao almejado.

Uma outra dica é pesquisar junto a pessoas que já atingiram o que você almeja e verificar se é necessária uma qualificação ou experiência mais específica. Nada cai do céu. Tenha habilidades para desenvolver aquilo que você pretende fazer na empresa onde trabalha ou mesmo em uma outra.

Antes de mais nada, a pessoa que deseja desenvolver seu marketing pessoal deve conhecer a si mesmo. Afinal, todos os que estão à sua volta e que trabalharão com você ganharão com sua presença. Para tal, você terá de ser um profissional ímpar, lembrando que isso também envolve as amizades e até aqueles que fazem parte do seu meio familiar.

Relacione quais são seus pontos fortes e que precisam ser melhorados e identifique o que você pensa e faz em relação a cada um deles. Isso se aplica tanto a aptidões técnicas quanto, principalmente, para aspectos comportamentais. O marketing pessoal é importante para todos os profissionais, de todas as áreas, em todos os estágios de sua trajetória no mundo corporativo. Ele pode ajudar você a se tornar mais conhecido, a conquistar o primeiro emprego, a galgar uma posição mais elevada na empresa e a atingir objetivos específicos que tenha para seu trabalho.

O marketing pessoal é primordial pois garante que as pessoas percebam as qualidades do seu trabalho e o quão diferente você é dos demais. Para moldar sua imagem, alguns itens serão fundamentais, como comportamento, atitudes, discursos, vocabulário, valores e objetivos. Este conjunto trabalhará para que sua imagem seja produtiva. Também vale lembrar que marketing pessoal pode ser utilizado nas mais diversas etapas da sua carreira.

Em uma comparação grotesca, um profissional chão de fábrica pode recorrer ao seu marketing para ter uma promoção ou passar a ganhar mais. No caso de um profissional de alta patente, ele depende deste esforço para conquistar a simpatia e ser o principal inspirador para seus comandados. O proprietário de um MEI utiliza seu marketing pessoal para vender sua imagem, afinal, sua empresa tem a sua cara. Por isso mesmo, ao falarem bem de sua empresa, estão falando do profissional também.

 

O Marketing pessoal e as vendas

A primeira impressão é a que fica. Portanto, o primeiro contato com seu cliente vai fazer a diferença. Uma boa imagem significa causar uma boa impressão no prospect, seja na venda ao vivo, por meios digitais ou mesmo telefone.

Veja como trabalhar o marketing pessoal nas vendas:

A aparência é primordial e evite excessos. Seja um profissional dentro do padrão que sua empresa requer. Na comunicação, seja direto e tenha desenvoltura para que o cliente se sinta bem ao indagar você. Não utilize gírias e evite gastar sua sabedoria sem que seja exigida. Trate o consumidor com toda cortesia que merece, mas sem exageros.

Quando o vendedor, consegue causar uma boa impressão e construir um rapport com o prospect, já andou metade do caminho no processo comercial. Você tem tudo para emplacar uma venda, bem como causar boa impressão.

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se em nossa newsleter

e receba por e-mail conteúdos sobre empreendedorismo

Veja também

Dívida caduca?

Caduca após 5 anos. Mas, isso não significa que você não precisa mais pagar ela. Os órgãos de proteção ao crédito não podem exibir a

Veja mais