• Home
  • >
  • Notícias
  • >
  • No dia 29 de outubro, foi a vez do empresário André Mazon (PTB) falar de suas propostas

No dia 29 de outubro, foi a vez do empresário André Mazon (PTB) falar de suas propostas

No dia 29 de outubro, foi a vez do empresário André Mazon (PTB) falar de suas propostas para o comércio, indústria, segurança, desenvolvimento e turismo em Mogi Mirim, caso seja eleito. Ele enalteceu a iniciativa da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (ACIMM) em promover a rodada de sabatina dos candidatos majoritários ao pleito deste ano. Para ele, é possível alavancar a cidade nos quesitos abordados pela ACIMM.

COMÉRCIO

André Mazon aposta pesado na construção civil para reerguer o comércio local, facilitando a vida dos empreendedores que estão com seus investimentos parados na cidade. Para ele, a partir do momento que o setor aquecer, o comércio será aquecido em todas as categorias. Também destacou o setor de alimentação (bares e restaurantes) e o comércio de modo geral, com benefícios fiscais que ainda não possui. O turismo será uma ferramenta importante em sua administração para aquecer o comércio. Lembrou que, se vencer o pleito deste ano, pretende anistiar todos os estabelecimentos multados pelo Poder Público durante o período da pandemia. Com isso, acredita que poderá aliviar a vida de quem já pagou muito caro durante o período do lockdown.

INDÚSTRIA

O candidato lembrou que o momento pós-pandemia terá retomada lenta, mas que a indústria de tecnologia é uma grande opção, pois é a única neste instante que possui capital para retomar suas atividades. Também lembrou que a localização de Mogi Mirim propicia isso, já que, com a vinda do Data Center do Banco ITAÚ, a cidade possui um dos melhores sistemas de transmissão de dados da América Latina. Destacou que no eixo entre Mogi Mirim e a região da Unicamp há uma rede de dados de primeiro mundo, o que poderá atrair as organizações do setor. Prova disso é que outras cidades da região já possuem empresas de peso. “Hoje, quando se fala em indústria, principalmente em metalurgia, se fala em robôs”, em alusão ao baixo número de absorção de mão de obra pelas empresas tradicionais do setor automobilístico. Para ele, os empregos no setor tecnológico são a grande aposta, já que ele paga bem e isso movimenta a engrenagem da economia e, consequentemente, do comércio.

SEGURANÇA

O representante do PTB assumiu o compromisso de reativar o sistema de monitoramento na região central da cidade, já que foi uma conquista do deputado de seu partido, Nelson Marquezelli. Ele revelou desconhecer os verdadeiros motivos pelos quais as câmeras foram desativadas. Também revelou que deverá concluir o projeto Detecta, que controla todas as entradas da cidade, uma vez que, atualmente, algumas entradas não possuem o sistema de monitoramento. Também quer reativar o projeto “Olhos de Águia”, além de uma série de inovações tecnológicas que contarão com a ajuda de viaturas especiais e até drones para ocorrências na cidade e na zona rural. A criação de bases da Guarda Municipal também está nos projetos de seu governo. O aumento da Guarda Municipal está entre os itens elencados, e pelo menos 80 novos postos serão criados. “Em cidade que o bandido sabe que tem uma boa segurança, ele acaba migrando para outro local”, apontou.

TURISMO

O candidato falou sobre o tema lembrando que o turismo mogimiriano é de negócios e, por isso mesmo, será desmembrado da pasta da cultura. “Na minha administração, o turismo será tratado como negócio”, revelou. Quanto ao potencial turístico de Mogi Mirim, é vinculado ao turismo histórico pedagógico que ao de lazer, como se explora regionalmente. Projetos distintos serão desenvolvidos para tratar tudo isso como um grande negócio capaz de alavancar as vertentes turísticas da cidade. Destaque para o turismo gastronômico, que já é um referencial regional, otimização das estruturas do Horto e Zoológico Municipal, além da reabertura do museu municipal e do próprio bunker da revolução de 1932. A criação de um museu específico sobre a revolução também faz parte do projeto da  administração do candidato do PTB. O resgate da FAIBAM já está nos planos, além de uma série de eventos que ele já realizou na cidade durante o tempo que era o Secretário de Turismo em Mogi Mirim.

DESENVOLVIMENTO

Discorreu sobre o tema lembrando que, na atualidade, a falta de qualificação é um grande entrave para quem emprega. Neste sentido, o futuro prefeito deverá lutar pela ampliação do número de vagas tanto na ETEC “Pedro Ferreira Alves” quanto na Faculdade de Tecnologia “Arthur Azevedo”. Com isso, a oportunidade de quem busca seu primeiro emprego terá o alicerce de uma formação de qualidade. Para tanto, pretende ampliar os prédios das duas instituições de ensino do Governo do Estado. Desta forma, poderá pleitear o aumento de vagas. Também revelou que pretende fomentar a realização de cursos de diversas naturezas, dando oportunidade a uma legião de profissionais que estão ingressando no mercado de trabalho. Para isso, irá ouvir o empresariado e saber qual é a demanda e a real necessidade.

PERGUNTA SURPRESA (Qual sua política para os moradores de rua?) – André Mazon lembrou que tem um projeto para os usuários de drogas e a prefeitura irá atacar com políticas públicas esse problema.

Compartilhe esta publicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se em nossa newsleter

e receba por e-mail conteúdos sobre empreendedorismo

Veja também

Fique atento!

Fique atento! Nos dias 15 e 16 de fevereiro os bancos não terão expediente, e só voltarão a atender na quarta-feira, dia 17, após às

Veja mais